Foi Sem Querer Querendo

Jorge Fucile, se você é santista pelo menos desde 2012 conhece o lateral direito uruguaio, o mesmo sempre teve fama de chegar mais forte, bom no arremate, Fucile não sabe cruzar, e nem rodar bem a bola, o seja, um Zeca uruguaio.

Fucile, nunca ganhou as graças da nação santista, ainda mais que este foi herdeiro da posição que jogou o lateral Danilo (Hoje Manchester City) se for falar o lance mais feliz do lateral no clube do Santos, fica a levantada no atacante do Cor11hians Jorge Henrique em 2012.

Porem águas passadas, sem odio para nenhuma parte, só que Santos e Nacional se enfretaram pela taça Libertadores, e do lado adversário o reencontro com o lateral, que como é pratica da maioria dos jogadores do país bi campeão do mundo, a jogada desleal foi a tona, no segundo tempo, após três canetas sofrida pelo Raio (barulho do ademir Quintino fazendo o raio) o lateral deu entrada forte no atacante do Santos, que o tirou de campo.

O que não pegou bem foi a entrevista do jogador uruguaio para Radio 890 no Uruguai:

“Eu levei três ‘canos’, pela primeira vez na história eu levei três ‘canos’. Não houve nenhum jogador que tinha me dado três vezes. Vai colocar o vídeo e assistir todos os dias. Não havia outra maneira de tirá-lo do campo. Pude sacá-lo de campo e assim se tranquilizou a partida”, comentou Fucile, que já foi jogador do Santos, em 2012.”

A post shared by Jorge Fucile (@fucile84) on

O lateral aproveitou para pedir desculpas, apos a declaração, “foi brincadeira”:

“– Chegaram mensagens falando coisas feias, mas só quero falar que respeito muito o Santos, toda a equipe santista, tenho companheiros ali que gosto muito, o pessoal também, a torcida do Santos. Foi um comentário de brincadeira, que nunca foi maldoso de minha parte. Por sorte, Rodrygo está bem e é isso que importa, só queria deixar um abraço para todos os santistas e espero que classifiquem e cheguem o mais longe possível”

Todo credito da segunda entrevista, fica para o site globoesporte.com, que entrou em contato com o lateral, que se retificou.

Comments

comments

Powered by Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *